Material para divulgação
Design 2020
www.design2020.com.br

Tendências em design para 2020 sob ponto de vista de alguns dos designers brasileiros mais influentes do mercado. Uma visão brasileira e colaborativa sobre design, produto e comunidade.

Al Lucca
O Design está morto. Longa vida ao Design!

Somos realmente os defensores dos usuários ou no fim o que manda mesmo é o faturamento? Somos realmente inovadores ou simplesmente copiamos uns aos outros? Perdemos a noção de estética em um mundo onde "todo mundo é designer"? São algumas perguntas que levanto nesse texto, onde tento entender se existe uma linha que separa o velho do novo design.

Allan Cardozo
O que você precisa saber sobre métricas para ser um UXer com uma visão 20/20

Este artigo apresenta um panorama sobre métricas e análise de dados com uma análise de tendências para os próximos anos, mostrando como construir um pensamento analítico sobre experiência do usuário que ajude a desenvolver projetos mais completos e focados em objetivos quantificáveis e comparáveis.

Ana Coli
É hora de falar de ética na construção produtos digitais

No dia a dia tão atribulado dos profissionais de UX, quem para para falar sobre ética? Os produtos que desenhamos estão construindo que tipo de futuro? Ter um processo e incluir pesquisa nele são pontos-chave para garantir que a ética não vai ser deixada de lado.

Ana Cuentro
A (in)visibilidade da acessibilidade e inclusão nos eventos de Design

Por que esses eventos de Design não são acessíveis? Onde estão as pessoas com deficiência nesses eventos e as 45 milhões de pessoas com deficiências no Brasil? Por que a diversidade é quase nula na área de Design? Nesse artigo falo sobre a falta de visibilidade da acessibilidade e inclusão nos eventos de Design e como organizar um evento acessível pensando em incluir todo mundo.

Anderson Gomes da Silva
Os próximos desafios do design

Liderança é algo bem recente para o design, porém muito antigo em outras carreiras. A prática da liderança é bem diferente da teoria. Nestes últimos anos como líder de design tenho aprendido algumas lições valiosas por consequência de interagir com outros executivos. Minha intenção com esse texto é compartilhar alguns desses aprendizados e palpitar sobre os próximos desafios que acredito que serão enfrentados por líderes de design.

Bernardo Carvalho Wertheim
Escolhi ser designer no Brasil, e agora?

O mercado digital no Brasil encontra-se em ampla expansão, especialmente no que diz respeito a criação de novas posições de trabalho. Apesar da perceptível evolução nos últimos anos, ainda são observados muitos gaps na área, especialmente quando comparado à outros países.

Bruna Amancio
Desenhar telas não vai salvar o mundo

Para ser um bom profissional de UX, é preciso desenvolver uma visão holística. Experiência do cliente vai além de telas e é preciso entender todo o ecossistema para que eu possa desenhar essas tais telas.

Bruno Rodrigues
Você não sabe nada

Em uma área que ainda vive seus primeiros momentos, como é o caso do UX Writing, todo cuidado é pouco. Compreender que o futuro do mercado está em estudar o que cada público diz e escreve, é a chave para sua sobrevivência.

Caio Calderari
O papel do designer está um pouco amassado. Como ele estará no futuro?

Uma reflexão do papel do designer, tentando entender um pouco do passado, presente e visualizando mudanças e possibilidades do futuro. Como se preparar para mudar seu papel, caso ele esteja um pouco amassado e se projetar para criar um novo papel no futuro.

Carla De Bona
Machine Learning e UX: insights e aprendizados (até agora…)

O futuro onde as máquinas podem pensar e falar como nós humanos está cada vez mais presente. Logo, é importante explorar algumas das propriedades técnicas e restrições de sistemas de aprendizagem de máquinas e como isso implica no ato de projetar a experiência do usuário. Como desenvolver uma abordagem de design ao redor essas tecnologias? Além disso, como incorporar o poder do machine learning no trabalho de UX? A ideia é trazer insights e apontamentos sobre essas questões.

Claudia Mardegan
Vamos criar novos líderes?

Nesse artigo trago algumas reflexões sobre o líder do futuro e quais skills devemos aperfeiçoar.

Clécio Bachini
Caminhos; experiências e narrativas

As pessoas que encontramos pelo nosso caminho tem histórias. Os próprios caminhos tem histórias. Estamos ouvindo? Estamos entendendo, respeitando, acolhendo e devolvendo as narrativas para as pessoas? Estamos enxergando ou escolhendo não ver? Estamos realmente colocando as pessoas no centro dos nosso projetos?

Daniel Furtado
Dia da Marmota

Estamos vivendo sempre o mesmo dia? Que tal quebrarmos esse feitiço?

David Arty
A importância de UI Design em um produto digital e a sua relação com UX

Neste artigo abordaremos o papel do UI Design ou User Interface Design (Design de Interface do Usuário) dentro de um projeto digital, a visão errônea sobre UI Design de certos profissionais de outras áreas e a valorização do profissional Designer de Interface do Usuário

Denise Rocha
A visão cliente é o ponto de intersecção dos meus “dois mundos”

Ao pensar sobre o que escrever nesse artigo, busquei fazer uma reflexão sobre a minha jornada profissional como um todo e em quais pontos a minha posição de gestora em uma editora de livros jurídicos estaria conectada com o mundo da inovação, que trabalho atualmente. O ponto de intersecção dos meus “dois mundos” é ouvir o cliente.

Desirée Sant'Anna Maestri
Os desafios da pesquisa compartilhada

Os desafios de adaptar processos de pesquisa para o dinâmico mercado da tecnologia. Como compartilhar a execução e a análise de etnografias e outras técnicas simultaneamente com times multidisciplinares, clientes e stakeholders? Algumas dicas de gestão do conhecimento para lidar com a complexidade das pesquisas compartilhadas.

Diego Rezende
Design como ferramenta de exclusão social

O artigo fala sobre a importância da inclusão social nos aspectos do design e como o design vem sendo utilizado de forma elitista e deliberadamente precarizando as relações de trabalho.

Elias Fernandes
Acessibilidade com foco no usuário

O que um surdo, um aplicativo me ensinou sobre foco no usuário. Seja qual for o produto e/ou serviço a ser criado, é necessário, além das responsabilidades, entender o público que vai utilizá-lo. Além do mais, estamos na geração da experiência, em um momento em que empresas desejam e entendem que para fidelizar os seus clientes, aumentar os seus lucros, precisam cada vez mais criar boas experiências de uso.

Fares Hid Saba Junior
Desenhando para gigantes

A visão interna das complexidades e perspectivas de se trabalhar com design em mega-corporações.

Filipe Landu Nzongo
Projetar para durar. Uma análise crítica da nossa profissão e dos produtos que projetamos

Bons projetos de design são caros, exigem muito dos designers. Imagine se o arquiteto Renzo Piano projetasse o Centro Georges Pompidou só para durar 5 anos? Provavelmente já teria desabado. Recentemente estive pensando, se os arquitetos conseguem projetar para durar, por que nós designer de produtos digitais não projetamos com o mesmo propósito?

Flávio Pires
Seu produto é honesto com o usuário?

Na era dos aplicativos, diversas startups começam a surgir com objetivos dos mais variados. Todas elas desejam unir muitas vezes um discurso de mudança social e serviço de qualidade com o de agregar valor financeiro e fazer a empresa crescer. Mas esses produtos são, de fato, honestos com seus usuários?

Guilherme Gonzalez
Mais atividades, mais designers (e mais dificuldades)

Uma visão prática sobre o que é design operations e qual o significado na prática.

Guilhermo Reis
Chegou a hora da nossa gente bronzeada mostrar seu valor

O cenário inicial da área de UX já se consolidou. Hoje o design da experiência do usuário é reconhecido como um pilar importante para o sucesso dos produtos digitais. Estamos recebendo grandes investimentos, nosso mercado está aquecido e estamos montando grandes estruturas organizacionais. Mas todo esse investimento cobrará seu retorno. Precisamos medir nossos resultados e provar nosso valor, mas sem perder nossa essência de projetar boas experiências para melhora a vida das pessoas.

Hélio Basso
A natureza contraditória de um Product Owner

Antes de iniciarmos nossa jornada de leitura, deixe-me avisar. Esse artigo não tem um caráter técnico sobre gestão de produto. Não vou tratar aqui de métodos ágeis, ferramentas, cases e afins. Antes, ele é muito mais voltado para reflexão sobre comportamento de lideranças (Product Owners e outros Stakeholders); e se baseia em minhas dores experiências como consultor de Design de Serviços no Brasil e em Portugal, em projetos para produtos ou serviços em grandes marcas, com presença no mundo físico ou digital.

JP Teixeira
Como fugir da mediocridade

Após décadas, o design finalmente conquistou o protagonismo no mercado de trabalho. De agências e startups a pequenas e megaempresas, a figura do designer tornou-se essencial pra qualquer atividade relacionada à criatividade, tecnologia, inovação e disrupção. Porém, temos os dois lados da moeda e os efeitos colaterais da supervalorização da profissão. O excesso de demanda e a falta de oferta qualificada gerou um cenário caótico.

Karen Santos
Vieses racistas: como combatê-los no design

Se a tecnologia está se tornando centrada no ser humano, como o “ser humano” está sendo definido? Se pessoas negras não são consideradas “humanas” por séculos! Não importa o assunto ou a experiência, se a lente da análise reduz a humanidade de um povo ou erradica sua perspectiva, isso reflete o viés de seu criador. Portanto, ao marginalizar a experiências diversas, é inevitável que a tecnologia desenvolva a capacidade de se conscientizar e lidar com sistemas opressivos.

Karina Moura
Os assistentes de voz e os desafios de desenhar interfaces conversacionais em 2020

Os assistentes pessoais de voz e as pesquisas por voz serão as protagonistas do mercado de UX Design em 2020? Como os designers de voz precisam pensar para criar interfaces conversacionais inteligentes e plurais?

Letícia Pires
How might we…. Como [nós, designers] podemos construir um 2020 para nos orgulhar?

Não sei se tenho uma visão organizada e clara para sugerir como trabalho aos designers brasileiros em 2020. Mas tenho cinco tópicos que podem ser bons temas para o ano que vem. São coisas que ferveram em 2019 no meu dia-a-dia - nas conversas do time de design do QuintoAndar no WhatsApp, no Fórum de Lideranças Global organizado pela McKinsey, nos grandes eventos e conferências impecáveis e em uma infinidade de mensagens soltas no Linkedin.

Liliane Claudia
Uma visão holística de Acessibilidade, UX e Dados como soluções que atendam a todos

Através de uma hipótese, você entenderá como a acessibilidade, as experiências do usuário e seus dados podem nos ajudar a criar produtos e serviços pensando nas diversas situações de uso.

Livia Cristina Gabos Martins
Acessibilidade como ponte de empatia para o diverso

Neste artigo gostaria de colocar como eu vejo a evolução da integração dos diversos tipos de pessoas na nossa sociedade. Entendo que a acessibilidade é um ponto inicial por conta da legislação existente, mas é uma porta para todo o conjunto de possibilidade.

Mao Barros
Por que você precisa fazer a lição de casa

Você já pensou na UX de seu portfolio de UX? Recrutadores dificilmente são tratados com a mesma qualidade que os estimados usuários de nossos projetos digitais. Entenda porque isso não é bom para você.

Marcela Hippe
Design de produtos digitais em agências

É urgente que as agências criem modelos de trabalho que realmente levem em conta a experiência do usuário final - e não só a do cliente que recebeu as telas para aprovação. Afinal, por que desperdiçar pixels e linhas de código com projetos cuja medida de sucesso é o sorriso dos C-level?

Marcelo Sales
Aprenda a atender expectativas e nunca mais (ou quase) lide novamente com frustrações!

Lidar com as expectativas das pessoas é fundamental para o sucesso de qualquer produto ou serviço e a forma mais simples de lidar com isso é compreendendo de fato o que as pessoas que usarão o seu produto querem. Na maioria dos casos, qualquer pessoa envolvida com o desenvolvimento de novos produtos, pensa na interface e também na experiência, mas poucos se preocupam de fato com as expectativas. Aprenda a atender expectativas e jamais lide novamente com frustrações!

Melina Alves
Reflexões sobre desenho de experiências com Inteligência Artificial e voz

O desenvolvimento de conversas para oferecer a melhor experiência de diálogos e comunicação em um ambiente de desenvolvimento de Inteligência Artificial é um desafio que ultrapassa os limites profissionais e o conhecimento dos designers e desenvolvedores. Nessa contribuição ao livro organizado por Vitor Guerra, proponho uma reflexão sobre pontos que julgo serem vitais ao tema, analisando formas de interação a partir das Redes de Baran, sob os pontos de vista estratégico, dos comandos interativos e da interação com o usuário. Encarar a questão com o olhar humano, levando em conta aspectos cognitivos de cada pessoa no que tange ao simples, ao cotidiano e ao infinito ato de conversar.

Natalí Garcia
Desenhando o futuro

Compartilho neste texto algumas reflexões sobre o papel do designer nesse futuro próximo.

Paola Sales
Como foi seu dia de trabalho?

Se eu te perguntasse "como foi seu dia de trabalho?", o que você me contaria? Neste artigo, te convido a refletir sobre o nosso papel enquanto profissionais de design e experiência do usuário. Além disso, compartilho um pouco do que busco fazer e exercícios que podem nos ajudar na rotina de trabalho, tão lotada de armadilhas que nos jogam diretamente num mood corporativo, cheio de reuniões que poderiam ser emails, decisões top-down e sapos engolidos em nome de… do que mesmo?

Priscila Siqueira de Alcântara
O que é o design centrado no usuário se não são as pessoas?

O design, especialmente de experiência, tem se tornado uma profissão meio glamourizada e os designers falam cada vez menos em pessoas e cada vez mais em interfaces (ou falta delas), em liderança, em ferramentas e métodos... será que não estamos esquecendo o que realmente importa ao realizarmos nossos projetos?

Priscilla Albuquerque
O poder da visão holística e do posicionamento estratégico do UX

Não é difícil ouvir e perceber hoje uma certa maturação dos conceitos de UX dentro das empresas de diversos tamanhos e contextos. Mesmo que várias delas ainda estejam no modo “muito papo e pouca ação”, existe um desejo generalizado no mercado de oferecer “boas experiências” para clientes e usuários. Quem acompanhou de perto essas mudanças sabe que nem sempre tudo foi assim, tão desejado e bem vindo. Muitos desafios relacionados a mudança de cultura ainda reinam e apesar do cenário um pouco mais favorável, as barreiras, resistências e “disputas políticas de espaço” ainda existem, e talvez sempre existirão em diferentes graus. Justamente nessa combinação única de forças, motivações, demandas e dificuldades que a abordagem do UX pode ser um grande “change maker”.

Rafael Miashiro
Indo além das boas práticas de User Experience Design

Esse artigo é um convite para pensar de forma análoga, uma reflexão de boas práticas de user experience no seu contexto profissional, que tange comportamento e atitude, ou seja, as Heurísticas de Nielsen versus as Heurísticas do Miashiro (carinhosamente denominadas: Mia-risticas)

Raquel Cordeiro
Ética e Privacidade: UX Research em Cidades Inteligentes

Nem sempre as descobertas de uma pesquisa são utilizadas para o benefício dos usuários; às vezes, o foco principal está no negócio ou no lucro da empresa. Em uma sociedade cada vez mais conectada, expandimos a atuação do pesquisador para estudar a experiência da população nas cidades inteligentes. A nova pergunta que surge é: qual o papel do UX researcher em relação à ética e à privacidade desses cidadãos?

Rian Dutra

Richard Jesus
UX Como SAC

Uma abordagem e forma de pensar prática a pesquisa contínua com usuários.

Roberta Nascimento de Carvalho
Design como um todo

As empresas que ainda enxergam o design como “cereja do bolo” infelizmente vão entender da pior forma possível que esse é um erro inadmissível nos dias de hoje. Design é a massa, a base que sustenta e mantém um negócio relevante num mercado cada vez mais competitivo onde o consumidor almeja uma experiência positiva em todos os aspectos, como um todo.

Rodrigo Lemes
O choque das gerações para a liderança de design

O desafio de estruturar uma liderança inspiradora, que consiga conectar os nós estratégicos mas que também consiga olhar para as pessoas que fazem parte desse movimento de transformação e valorização do design. Líderes de design, precisam saber lidar comas diferentes gerações e principalmente, construir novos líderes.

Rodrigo Peixoto
O bom design começa dentro de casa

Esse artigo é sobre a parte que muitas empresas esquecem de olhar quando estão projetando algum produto ou serviço, sua operação de design. Como estão os colaboradores, e processos? Algumas dicas e percepções do meu dia a dia sobre o que algumas empresas não estão fazendo.

Thaise Cardoso
O Design System nasceu! E agora? Como manter ele funcionando?

Pequenos processos podem nos ajudar a manter a consistência de nossos produtos, nesse artigo contarei a minha experiência sobre como entendemos que deveria existir uma Governança do Design System e os processos que até o momento estão nos ajudando nessa jornada.

Thalita Lefer
O criatividade das cavernas

Como a criatividade no "tempo das cavernas" pode ampliar o horizonte dos criativos.

Thiago Barcelos
UX das Coisas: IoT, design e tecnologia na era dos dados

Como processos de design ajudam a traduzir a linguagem das máquinas em experiências e negócios centrados nas pessoas. Neste artigo, nos aprofundamos sobre o cenário atual pautado por tecnologias emergentes, como IoT e inteligência artificial, onde decisões estratégicas são tomadas com base em dados, falamos também sobre habilidades e características essenciais para designers que querem trabalhar com tecnologia.

Thiago Esser
Designers em (form)ação

Designers precisam pensar e fazer. Começar a andar e continuar andando como designers, mas com orientação. Essa é a proposta deste artigo, uma visão do design como ofício e como forma de pensamento. Nada prescritivo, porque afinal de contas, somos ou não seres pensantes?

Thomaz Rezende Gonçalves
O iminente estouro da bolha de UX

Nosso mercado de UX está aquecido e existem comportamentos muito estranhos acontecendo em diferentes níveis das organizações. Isso acaba gerando uma série de consequências que ao longo do tempo podem ser catastróficas, ou não. E é nossa responsabilidade conduzir o amadurecimento da nossa área.

Victor Zanini
Formação e organização de times de Design

Você já deve ter ouvido falar no ""modelo Spotify"" na criação de times de produto. Várias empresas adotaram este formato — inclusive, aqui na Conta Azul, nos baseamos nele. Com este artigo, pretendo discutir um pouco sobre organização de times de Design e porque eu acredito que o ""modelo padrão Spotify"" não funciona. Minha opinião é baseada no que tenho vivido e na maneira como estamos organizados na Conta Azul.

Vilma Vilarinho
Design estratégico - como a percepção sistêmica torna meu trabalho mais eficiente

Este artigo aborda um processo prático de design estratégico, que toma como base fundamentos da Teoria geral de sistemas e da complexidade para lidar com problemas difíceis de definir e resolver.

Wagner Silva
Eurocentrismo, Identidade e Negritude

Uma reflexão sobre como a colonização no design afeta a forma como projetamos para a sociedade e agimos enquanto comunidade.